sábado, 31 de outubro de 2015

O QUE A BÍBLIA REALMENTE ENSINA ? - CAPÍTULO 4 - COMENTADO

Capítulo 4:  Quem é Jesus Cristo? (pp.37-46)
Bruno dos Santos Queiroz

Capítulo 4 de Testemunhas de Jeová, 2009.
Todos os versículos citados de acordo com Testemunhas de Jeová, 2015 (grifos meus).

“Ainda alguns acreditam que Jesus é Deus e deve ser adorado. Deve mesmo ser adorado?” (2)
Vamos responder essas duas perguntas: Jesus é Deus?

Vamos ver alguns versículos na Tradução do Novo Mundo:

Porque um menino nos nasceu, Um filho nos foi dado; E o reinado estará sobre os seus ombros. Ele receberá o nome de Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz. – Isaías9.6
Essa é a sabedoria que nenhum dos governantes deste sistema de coisas veio a conhecer, pois, se a tivessem conhecido, não teriam executado o glorioso Senhor.– 1 Coríntios 2.8
E: ‘Ó Senhor, no princípio lançaste os alicerces da terra, e os céus são obras das tuas mãos. – Hebreus 1.10
para nós há realmente um só Deus, o Pai, de quem procedem todas as coisas, e nós existimos para ele; e há um só Senhor, Jesus Cristo, por meio de quem são todas as coisas, e nós existimos por meio dele. – 1 Coríntios 8.6
A razão é que se infiltraram entre vocês certos homens que há muito tempo foram designados pelas Escrituras para este julgamento; eles são homens ímpios, que transformam a bondade imerecida de nosso Deus numa desculpa para conduta insolente e que se mostram falsos para com o nosso único dono e Senhor, Jesus Cristo. – Judas.4

       Veja que Jesus é chamado de Deus Poderoso, Pai Eterno, Glorioso Senhor, o Senhor que criou o Universo, o único Senhor e o único Dono. Não está claro que Jesus é Deus?

Jesus deve ser adorado?

Vamos para uma outra passagem na Tradução do Novo Mundo:

E cantam um novo cântico: “O senhor é digno de pegar o rolo e de abrir os seus selos, pois foi morto e com o seu sangue comprou pessoas para Deus, de toda tribo, língua, povo e nação, e fez deles um reino e sacerdotes para o nosso Deus e eles reinarão sobre a terra.” Eu olhei, e ouvi a voz de muitos anjos em volta do trono, das criaturas viventes e dos anciãos, e o número deles era de miríades de miríades e milhares de milhares, e eles estavam dizendo em alta voz: “O Cordeiro que foi morto é digno de receber o poder, as riquezas, a sabedoria, a força, a honra, a glória e a bênção. E eu ouvi toda criatura no céu, na terra, debaixo da terra e no mar, sim, tudo que há neles, dizer: “Ao que está sentado no trono e ao Cordeiro seja a bênção, a honra, a glória e o poder para todo o sempre.” As quatro criaturas viventes diziam: “Amém!” e os anciãos se prostraram e adoraram. – Apocalipse 5.9-14

       Note que o Cordeiro (Jesus) é digno de honra, glória, força, bênção e riqueza, e milhares de criaturas e miríades de anjo se prostram diante dele. Que é isso senão adoração? Compare isso com Apocalipse 4.11.

       Pensemos em uma terceira pergunta: Deve-se orar a Jesus? A oração é uma forma de adoração, vejamos algumas passagens na Tradução do Novo Mundo em que são dirigidas orações a Jesus:

Enquanto apedrejavam Estêvão, este fez o apelo: ‘Senhor Jesus, receba o meu espírito.’– Atos 7.59
Três vezes supliquei ao Senhor, pedindo que isso se afastasse de mim. Mas ele me disse: ‘A minha bondade imerecida é suficiente para você, pois o meu poder está sendo aperfeiçoado na fraqueza. ’ Com muita alegria, então, eu me gabarei das minhas fraquezas, para que o poder do Cristo permaneça sobre mim como uma tenda.  – 2Corintios 12.8-9

       Será que Estêvão e Paulo estavam errados ao orar à Jesus?

De onde Jesus veio? (p.41)

       Será que Jesus foi criado ou existe desde sempre? Vejamos o que dizem algumas passagens na Tradução do Novo Mundo:

Quando o vi, caí como que morto aos seus pés. Então ele pôs a mão direita sobre mim e disse: “Não tenha medo. Eu sou o Primeiro e o Último, – Apocalipse 1.17

       O título Primeiro e Último aduz ao texto de Isaías 44.6 (“Assim diz Jeová, O Rei de Israel e seu Resgatador, Jeová dos exércitos: ‘Sou o primeiro e sou o último; Além de mim não há Deus.”) e só pode ser aplicado a Jeová, como Aquele que existe desde sempre e para sempre. Dizer que Jesus é o Primeiro e o Último significa dizer que Ele é o princípio e o fim de todas as coisas, o Eterno.

Todas as coisas vieram a existir por meio dele, e sem ele nem mesmo uma só coisa veio a existir. – João 1.3

       Observe que nada existia antes de Jesus, tudo o que veio a existir veio a existir por meio dele. O tempo veio a existir por meio de Jesus, o que significa que Jesus é antes do tempo, eterno, atemporal.

O que significa dizer que Jesus é “primogênito de toda a criação” – Colossenses 1.15? (11)

       O termo “Primogênito” é um título, e não se refere a origem, mas sim a posição de Jesus, como Rei Soberano da Criação. Primogênito em Jesus significa “Soberano”, como mostra Salmos 89.27, em que Davi tipifica a Jesus como o Rei dos reis: E eu farei dele o primogênito, O maior dos reis da terra.’’

O que significa dizer que Jesus é “o Filho unigênito”– João 3.16? (11)

       A expressão Filho unigênito, não é usado em sentido de Filho biológico, mas de filiação de natureza. Unigênito significa que Jesus é Filho de Deus em sentido único, e “Filho” significa filiado a mesma natureza. Assim como a expressão Filho de Homem significa que Jesus possui uma natureza humana (Mateus26.64), a expressão Filho de Deus significa que Jesus possui uma natureza divina (Colossenses 2.9).  Veja esses versículos em que o termo Filho não significa “filho biológico”, ou “criado”, mas tem um sentido especial: Lucas 20.36, João 12.36, Efésios 5.8; 1 Tessalonicenses 5.5. A expressão “Filho” é uma maneira de destacar o relacionamento especial que só Jesus tem com o Pai. Tanto é que um pouco antes do versículo que chama Jesus de Filho unigênito, esse relacionamento especial é destacado: “Além disso, nenhum homem subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do Homem.” (João3.13)

Em que sentido o Pai é maior que o Filho – João 14.28; 1 Coríntios 11.3? (12)

       Quando se fala da doutrina da Trindade é importante diferenciar “ontologia” de “economia”. Ontologia se refere a natureza divina que é compartilhada pelas pessoas da Trindade. Economia se refere às diferentes funções exercidas por essas pessoas. Em natureza (ontologia) as três pessoas da Trindade são iguais, mas no que diz respeito a economia existe uma hierarquia de funções. Isso é comparado com a submissão da mulher ao marido, que são iguais em valor, mas diferentes em funções. Jesus humildemente escolheu cumprir uma função menor que a do Pai, se submetendo ao domínio dEle:

Pelo contrário, ele abriu mão de tudo que tinha, assumiu a forma de escravo e se tornou humano. Mais do que isso, quando veio como homem, ele se humilhou e se tornou obediente a ponto de enfrentar a morte, sim, morte numa estaca.– Filipenses 2.7-8
No entanto, quando todas as coisas lhe tiverem sido sujeitas, então o próprio Filho também se sujeitará Àquele que lhe sujeitou todas as coisas, para que Deus seja todas as coisas para com todos. – 1 Coríntios 15.28

       Durante um período Jesus cumpriu uma função menor até mesmo que a dos seus discípulos: “Pois quem é maior: aquele que está à mesa ou aquele que serve? Não é quem está à mesa? Mas eu estou no meio de vocês como quem serve.” (Lucas 22.27) e foi feito inferior aos anjos: “Tu o fizeste um pouco menor que os anjos; tu o coroaste de glória e honra, e deste-lhe domínio sobre as obras das tuas mãos.” (Hebreus 2.7). Por isso é importante não confundir as funções (papeis) que Jesus cumpre com sua natureza que é igual à do Pai.  É como um humilde servo do Pai, que como destaca o final do capítulo 4, que Jesus foi fiel até o fim: “Jesus deu o melhor exemplo de obediência leal a Deus. Permaneceu fiel ao Pai celestial nas mais diferentes situações e com todo tipo de oposição e sofrimento.”(20)
       Respondendo a pergunta do capítulo 4: Quem é Jesus? Jesus é o Deus Todo Poderoso, Criador dos céus e da Terra, o Soberano dos reis de todo o mundo, que humildemente assumiu a função de servo permanecendo fiel até a morte.

REFERÊNCIAS

Testemunhas de Jeová (2009). O que a Bíblia realmente ensina? Cesário Lange: Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados.
Testemunhas de Jeová (2015). Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada. Cesário Lange: Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados: Cesário Lange.


2 comentários: